luan santana feat. mr catra - Eu, você, dois filhos, tres filhos, quatro filhos, cinco filhos, seis filhos, sete filhos, oito filhos, nove filhos …

Texto 24/Abril | 3 (Source) | Reblog this!
luan santana feat. mr catra - Eu, você, dois filhos, tres filhos, quatro filhos, cinco filhos, seis filhos, sete filhos, oito filhos, nove filhos …

Texto 24/Abril | 3 | Reblog this!
O fim pode ser daqui a 20 anos ou daqui a 2 segundos, pense nisso.

(via loiranex)


Texto 24/Abril | 31780 (Source) | Reblog this!

(via mydream-is)

Photo 23/Abril | 112 (Source) | Reblog this!

(via viva-o-bom-da-vida)

Photo 23/Abril | 75941 (Source) | Reblog this!
No ensino fundamental, tinha um garoto no meu ônibus que sempre corria o mais rápido possível para casa, tropeçando. Nós ríamos dele todos os dias. Nós não sabíamos que ele corria porque ele queria ter certeza de que sua irmã não tinha se suicidado enquanto ele estava na escola. Um dia, ele faltou na escola. Uma semana depois, ele voltou. Ele tinha parado de correr.

(via facedealface)


Texto 23/Abril | 37458 (Source) | Reblog this!
Há momentos em que sinto tal tristeza, tal espanto… Nesses momentos chega a parecer-me e até começo a acredita-lo, que já não poderei iniciar nenhuma vida nova, pois já por mais de uma vez tive a impressão de que perdia todo o sentimento e toda a sensibilidade para tudo quanto é realidade e vida verdadeira; porque eu me amaldiçoei a mim mesmo; porque às minhas noites fantásticas se seguem momentos de prostração que são terríveis. E para além de tudo isto acabamos por sentir que as massas humanas se agitam à nossa volta em ruidoso tropel, ouvimos e vemos como vivem as criaturas: o que se chama viver, viver de verdade e acordado, e chegamos a verificar que a nossa vida não obedece à nossa vontade, que a nossa vida não se deixa moldar como um sonho, que eternamente se renova e fica eternamente jovem, e nela nenhuma hora é igual à que se segue, enquanto a horrível fantasia, essa nossa força de imaginação, acaba por ficar desconsolada e suscetível, e monótona ate à vulgaridade, escrava das primeiras nuvenzinhas que de repente cobrem o sol e oprimem numa dor amarga o nosso coração que tanto ama esse mesmo sol. E até na própria dor, que fantasia! Sentimos que, por fim, essa mesma fantasia que parece inesgotável, há de esgotar-se na sua eterna tensão, pois nos vamos tornando mais viris e amadurecidos, e superamos os nossos antigos ideais, que se desvanecem e se reduzem a palavras e a pó. E se depois não houver outra vida, temos de nos pôr a reunir os restos desse entulho para com eles voltarmos a refazê-la. E contudo a nossa alma reclama e anseia por alguma coisa completamente diferente. E em vão o sonhador remexe nos seus antigos sonhos, como se ainda procurasse no rescaldo uma centelha, uma só, por pequena que fosse, sobre a qual pudesse soprar, e com a nova chama assim ateada aquecer o coração enregelado e voltar a despertar nele o que dantes lhe era tão querido, o que comovia a nossa alma e nos arrebatava o sangue, aquilo que fazia subir as lágrimas aos nossos olhos e que era uma ilusão tão bela.
Fiódor Dostoiévski  (via delator)

(via delator)

Quote 23/Abril | 137 (Source) | Reblog this!

(via s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r)

Photo 23/Abril | 6549 (Source) | Reblog this!

(via discolor3d)

Photo 23/Abril | 190608 | Reblog this!

(via plenoss)

Photo 23/Abril | 4699 (Source) | Reblog this!

(via c-isnenegro)

Photo 23/Abril | 51040 (Source) | Reblog this!
É que a dispensa está lotada. Eu tenho guardado coisas demais naquele cantinho. Um brinquedo de infância, algumas cartas, saudades entulhadas, amores inacabados, abraços esquecidos e momentos inesquecíveis. Hoje eu abri a caixa de saudades, e te vi lá dentro. A caixa de momentos inesquecíveis tem o seu nome do lado de fora, com outra plaquinha de “PERIGO”. Na verdade, não sei nem por quê vim fuçar tudo isso, já que só me fez lembrar do que tem de ser esquecido. Se eu coloquei aqui, é porque se tornou passado. Então por que eu não consigo jogar fora? Na verdade, sei bem qual a resposta, infelizmente ainda te amo e apesar de todo esse tempo passado ainda não consegui te superar. Pensar em você ainda me causa calafrios e sorrisos bobos no canto da boca, tenho que fazer um esforço enorme para tentar controlar, mesmo sendo em vão. Sinceramente, não consigo achar uma saída dessa enrolação que virou minha vida depois que você saiu dela. Se você souber o que posso fazer, por favor me avise porque ficar te esperando de volta está simplesmente quebrando mais uma vez meu coração.
Théo S. e Thiago Polycarpo.   (via thiagopolycarpo)

(via thiagopolycarpo)

Quote 23/Abril | 1086 (Source) | Reblog this!
Por que um país com dívidas não imprime mais dinheiro para quitá-las?

unicornio-troll:

image

Por que o Mar Vermelho é azul?

image

Por que chamam nosso planeta de terra sendo este 3/4 de água?

image

Por que debaixo das poltronas dos aviões existem coletes salva-vidas, mas não há paraquedas?

image

 

(via conspiracao-guaxinim)


Texto 23/Abril | 2311 (Source) | Reblog this!

(via toiis)

Photo 23/Abril | 254479 (Source) | Reblog this!

(via delator)

Photo 23/Abril | 7323 (Source) | Reblog this!

Página 1 de 1949 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 »